Armazém São Thiago

Nossa história



O armazém em 1923


Nossa história começa longe daqui, em San Cristobal de Corneira, distrito de La Baña, província de La Coruña, Espanha. Lá nasceu em 1887, nosso fundador: Jesus Pose Garcia.

Oriundo de uma família grande e modesta do interior da cidade, aoss vinte anos decidiu vir ao Rio de Janeiro, onde conhecia alguns galegos que aqui já estavam trabalhando. Chegou aqui em 1907, e começou a trabalhar, em um Secos & Molhados (Mercearia) de um Português em Santa Teresa, como caixeiro, anos depois passou a ser gerente do estabelecimento.

Em 1917 ele arrendou o negócio e em agosto de 1919 comprou o estabelecimento. Deu-o nome de Armazém São Thiago em referência à Santiago de Compostela, cidade próxima a sua cidade natal.

Em 1923 veio para o Brasil o seu sobrinho Domingos Pose Cantorna, ao qual trabalhou até 1931, como caixeiro, e partir deste ano passou a interar a sociedade da empresa até 1991, quanto faleceu.

Em 1948 o seu Filho, Jesus Pose Garcia Filho, começou trabalhar no armazém, responsável pela contabilidade e compras.

Em 1955 deixando a repressão do ditador Francisco Franco , chega da Espanha o seu sobrinho neto, José Gomez Cantorna (Seu Gomez), que ainda hoje ao vir ao Armazém vira o centro das atenções, tendo sempre alguma história para contar dos velhos e bons tempos.
O Armazém São Thiago, na época era um estabelecimento sofisticado com vinhos
Importados, bacalhau o ano todo, azeites espanhóis e portugueses, atendendo à famílias tradicionais de Santa Teresa que na época, todos tinham suas despesas anotadas em um caderno (fiado) para o pagamento no final do mês.

Em meados dos anos 70, com a expansão redes de supermercados, o negócio começou entrar em decadência, e novos hábitos de consumo foram se criando. A partir daí o local passou a ser mais conhecido como boteco, mesmo ainda tendo mercadorias, e o “Seu Gomez” com seu carisma inigualável, atendia essa nova freguesia, a qual os mais antigos chamavam de Bar do Gomez.

Em 2003 com o falecimento do filho do fundador, o neto Ricardo Pose Garcia iniciou uma
Reforma a fim de recuperar a arquitetura da época do seu avô, restaurando todos os móveis e utensílios conforme fotos e documentos achados de 1923, bem como seu nome original.

Hoje com mesas que se espalham pelo salão, o típico botequim carioca de época, como anuncia a placa na entrada da casa. O verdadeiro espírito de um botequim e seu principal atrativo é a atmosfera de velha botica e o clima de bar de vizinhança, que resulta sempre em uma conversa descontraída e uma forma especial de conhecer melhor um dos bairros mais bucólicos e boêmios da cidade do Rio de Janeiro.

A impressão que se tem ao entrar no local é a de um Rio de Janeiro que já desapareceu. Lá se reúnem variadas tribos; Amigos e fregueses antigos e novos com também turistas do mundo todo sempre indicados por outros que já nos visitaram, um ambiente sossegado, mas concorrido como nos velhos tempos do ”Sr. Garcia”, como era chamado pelos antigos moradores e fregueses do bairro. Todos que já passaram e os que hoje estão a frente do Armazém São Thiago se dedicam para manter a história e o legado do nosso fundador.


O armazém hoje


(C) 2013 - 2017 Armazém São Thiago. Todos direitos reservados
Change to english | Mudar para versão desktop